Novos livros disponíveis
Nota de Esclarecimento: Terra Plana

Minicentro Escolar Criacionista

A importância de um Minicentro Escolar Criacionista.

Isaac Newton - Cientista e Teólogo

Um dos raros gigantes da História, um físico brilhante, astrônomo e matemático extraordinário. Um filósofo natural.

Carta da Presidência

Aos Associados em geral, aos Diretores, Palestrantes, Apoiadores, Colaboradores e Incentivadores da SCB

Notícias

Lançamentos

Lançamentos

Três belos livros acabaram de sair do forno..

O primeiro constitui uma adaptação, bastante ampliada, do artigo “Genesis and Classification of Rocks” de autoria de Lorenzo Lazzarini, constante do documento de estudos da UNESCO intitulado “The Deterioration and Conservation of Stone”, dirigido a especialistas em restauração de monumentos antigos.
O segundo mostra que o ser humano tenta descobrir-se a si mesmo! – Qual a razão de minha existência? De onde venho? Para onde vou? Como explicar minha inserção na natureza? Como surgiu a natureza? São essas questões que mais cedo ou mais tarde vêm-nos à mente, e para as quais procuramos explicações!
O terceiro é o resultado de uma compilação de dados de interesse para a iniciação de estudos pelos interessados em melhor conhecer as maravilhas da Criação que são encontradas em toda a natureza que proveio das mãos de um onisciente Criador todo poderoso.

ler mais

Núcleo de estudos sobre Criacionismo

Transcrição da notícia publicada pela Revista Adventista Online Maringá (PR) terá o primeiro núcleo oficial de estudos da Sociedade Criacionista Brasileira No dia 5 de dezembro de 2015, terão início as atividades do Núcleo Maringaense da Sociedade Criacionista...

ler mais

Fenômenos Astronômicos Incrementam o Céu de Abril

Marte distante, mas extremamente brilhante, e Lua em eclipse total serão grandes espetáculos do mês.

 

O JC e-mail 4927, de 4 de abril de 2014, divulgou a notícia com o título e subtítulo acima, que segue transcrita.

Para os amantes da astronomia, o mês de abril traz boas surpresas. Logo no início do mês, o planeta Marte estará em sua distância mínima da Terra, fenômeno que acontece a cada dois anos, aproximadamente.

Segundo o astrônomo Jair Barroso, do Observatório Nacional, mesmo longe, o planeta vermelho poderá ser observado sem utilização de qualquer instrumento. Ele explica que, no dia 8 de abril próximo, Marte estará em oposição ao Sol e alinhado com a Terra. “Poderá ser visto a olho nu desde o começo da noite ao leste, ou seja, no nascente. Estará ‘perto’ (angularmente) da estrela Espiga (ou Spica) da constelação da Virgem”, diz.

“A distância entre os planetas será de 93 milhões de quilômetros. E o seu brilho ‘rivalizará’ com o da estrela Sirius do Cão Maior, a mais brilhante do céu noturno” – diz.

Outro fenômeno instigante do mês acontecerá no dia 15: o eclipse total da Lua. Barroso diz que sua visibilidade será ampla, mas irá favorecer os locais situados mais para o oeste do Brasil e do continente, principalmente quanto à sua parte final.

ler mais